As definições sobre o que pode ser uma comida com preço exorbitante podem variar bastante de região para região e até gerar uma certa polêmica, já que em alguns lugares um alimento pode ser simples e barato, mas satisfazer completamente, como um café da manhã caprichado, pizzas servidas no almoço ou um belo churrasco no jantar, por outro lado, esses mesmos alimentos em outros lugares do mundo podem ser caríssimos dependendo dos ingredientes que possuem.

Existe uma grande variedade de alimentos cujo valor é realmente surpreendente – alguns podem custar mais caro que o ouro, acredite! Mas o que faz esses alimentos terem um preço tão absurdo? Será que eles realmente valem o que é cobrado? Abaixo, conheça alguns exemplos de alimentos mais caros da culinária mundial:

Café Kopi Luwak – O preço pode variar entre 300 e 1200 dólares por quilo. Por quê? Acontece que os grãos de café foram ingeridos, ligeiramente digeridos e logo após, excretados pelo civeta – um pequeno mamífero carnívoro da Indonésia. Falando assim não aparenta ser nada gostoso, mas o fato é que este café é muito prestigiado porque algumas pessoas apostam que o sabor dele é bem intensificado pelos ácidos existentes do estômago dos civetas. No Brasil, existe o café Jacu, obtido praticamente da mesma forma (das fezes do Jacu, que é uma ave) e pode custar até 700 reais o quilo.

Trufa branca –  Raríssima, a trufa branca é um fungo apreciado no mundo inteiro, desde o Império Romano. É perfumada, saborosa e desenvolve-se apenas uma vez ao ano em lugares restritos da Itália. As mais famosas nascem no vale do Alba, na região do Piemonte, mas também podem ser descobertas na Umbria ou na Toscana. Todos os anos em Alba, organiza-se o famoso festival das trufas e durante os leilões beneficentes, os valores chegam a ser maiores que o do ouro. Em um leilão em 2007, uma única trufa de 1,5 kg foi negociada por 330 mil dólares ao dono do cassino de Macau.

Sopa de ninho de andorinha – Os ninhos das andorinhas são criados essencialmente da saliva do pássaro. Depois de serem resgatados e higienizados, os ninhos são comercializados principalmente em restaurantes. Neste caso é bem fácil explicar o preço tão alto, pois os ninhos só podem ser coletados 3 vezes por ano com extremo esforço pelas pessoas que escalam perigosos penhascos e paredões rochosos. Esta sopa é muito procurada na China e em outros lugares do mundo, mas os EUA é o grande importador. Para se ter uma ideia, em Hong Kong, um pratinho da sopa de ninho de andorinha custa de 30 a 100 dólares e se você quiser comprar 1 kg desta iguaria, terá que desembolsar nada menos que 10 mil dólares.

Presunto ibérico (Pata Negra) – O presunto mais caro do mundo é fabricado na Espanha e oriundo de porcos negros, alimentados exclusivamente com bolotas, frutos dos carvalhos. Um quilo custa em torno de 365 euros.

E aí, ficou curioso para experimentar?

Comentários... Comente via Facebook: